Por que brincar é tão importante para o desenvolvimento integral das crianças?

Educadora Kazuko Yamauchi dá conselhos para pais no canal Sempre Materna
6 de novembro de 2018

É durante a brincadeira que os pequenos exploram a imaginação, resolvem situações de conflito e descobrem a si e o mundo. A criança aprende, por exemplo, a se relacionar com os colegas e a conhecer os próprios limites. Nas escolas de Educação Infantil no Japão brincar é levado a sério por pais e professores.

Na cultura japonesa, a sociedade acredita que na pré-escola a criança deve desenvolver suas habilidades de forma lúdica, compartilhando experiências com os colegas e criando uma comunidade. Dessa forma, os jogos em grupo, que estimulam a interação, são essenciais no processo de amadurecimento dos alunos.

Uma escola em especial, a Fuji Kindergarten, ganhou notoriedade mundo afora pela sua estrutura arquitetônica, que privilegia ainda mais o brincar. Projetada em formato de anel, as crianças podem correr livremente pelo espaço, que não tem paredes nem divisões. Elas também podem interagir com pedras e areia e colher legumes direto da horta. Em entrevista ao site TODAY, Sekiichi Kato, diretor da escola, disse que “uma educação baseada em jogos deve continuar a ser a pedra fundamental do sistema pré-escolar japonês”.

A Roberto Norio concorda com a posição e tem o brincar como uma das bases do projeto pedagógico, que foi desenvolvido pela educadora Kazuko Yamauchi. Ela acredita que a aprendizagem é mais efetiva quando há um envolvimento verdadeiro do aluno e, nessa faixa etária, nada é mais envolvente do que a diversão. “O aprendizado não se ensina, mas se processa através da vivência” completa a educadora.

Conheça mais sobre a Escola Roberto Norio clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *