Soroban: por que a ferramenta é tão importante no desenvolvimento de crianças na escola?

Mente, corpo e socioemocional: os pilares pedagógicos que toda escola deveria ter
24 de outubro de 2018

Conheça o ‘ábaco japonês’ e saiba todas as vantagens que fazem a Escola Roberto Norio inseri-lo em seu currículo

Conhecido no Brasil como ‘ábaco japonês’, o Soroban auxilia o estudante a realizar cálculos matemáticos ao mesmo tempo em que desenvolve importantes habilidades. Durante a operação, é preciso utilizar domínios como concentração, memória, controle motor e raciocínio rápido.

O Soroban é amplamente utilizado no Japão como ferramenta de aprendizagem. Por lá, as crianças começam a mexer no instrumento por volta dos cinco anos de idade e o assunto é levado a sério: algumas vagas de emprego exigem uma certificação que comprove que o candidato saiba utilizar o utensílio.

Por se tratar de uma técnica de cálculo, o Soroban exige o cumprimeto de certas regras. Assim, a criança aprende, além do cálculo, a respeitar as normas pedidas para alcançar o resultado correto.

Na era dos smartphones, em que a calculadora está disponível na ponta dos dedos a qualquer momento, o Soroban é uma ferramenta valiosa para que a criança desenvolva o raciocínio lógico de maneira eficaz. Após um tempo de prática, a pedagogia do aparelho faz com que o praticante consiga solucionar cálculos mentalmente.

Quem ensina a técnica na escola é o professor Rubens Noboru Koreeda, que trabalha há mais de 25 anos com o instrumento. A partir de 2019, a Roberto Norio irá disponibilizar a atividade também para os alunos do Ensino Infantil. Atualmente, o aprendizado da técnica faz parte do currículo integral da escola e de maneira optativa para o curso de meio período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *