Tempo de aprendizado de cada criança deve ser respeitado

Professor tem papel central no desenvolvimento socioemocional dos alunos
18 de outubro de 2019
Escolas devem proporcionar e incentivar a alimentação saudável
30 de outubro de 2019

É importante olhar para cada aluno individualmente e desenvolver estratégias para que todos alcancem os seus objetivos

Assim como as crianças não são iguais, elas também têm ritmos diferentes. Cada uma tem seu próprio tempo, tanto para desenvolver habilidades como a fala, a escrita e mesmo o caminhar, quanto para se acostumar a certas situações, realizar tarefas e aprender. “É muito importante que a escola tenha esse olhar individualizado, pois cada criança é uma e deve ser respeitada na sua integralidade”, diz Alessandra Tiemi, coordenadora pedagógica da Educação Infantil da Escola Roberto Norio.

Tiemi aponta que é essencial que a criança perceba que existe esse respeito em relação ao seu tempo, o que cria laços de confiança com o professor, trabalha sua autoestima e a fortalece para aprender. “A partir daí, tudo flui com mais facilidade. Tem que ficar claro para ela, por exemplo, que não existe nenhum problema se o amigo já fez algo e ela ainda não”.

De acordo com a coordenadora, classes pequenas, com poucos estudantes, como na Escola Roberto Norio, que tem até 12 alunos por sala, favorecem esse processo. “Mesmo nas reuniões pedagógicas, conseguimos falar especificamente sobre cada um para discutir estratégias para que todos alcancem os objetivos”.

Ela conta que, na educação infantil, esse olhar individualizado já começa desde a fase de adaptação, que é feita no ritmo da criança, com a professora permanecendo mais tempo com determinados alunos, de acordo com as demandas específicas. Em casos de inclusão, as estratégias são pensadas junto à família e aos outros profissionais que atendem a criança. “O professor fica próximo do aluno, vai trabalhando junto e criando empatia para poder avançar”, afirma a coordenadora.

“A escola acredita muito na importância de respeitar o tempo de cada um. Isso é fundamental para propiciar o desenvolvimento dos aspectos cognitivos, emocionais, enfim, a aprendizagem global”, conclui Tiemi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *